Prémio Literário Albertino dos Santos Matias – MELHOR CONTO 2018

Prémio Literário Albertino dos Santos Matias

MELHOR CONTO 2018

 

Já é conhecida a decisão do júri da 1ª edição do Prémio Literário Albertino dos Santos Matias: melhor conto 2018.

Este prémio, para além de incentivar a produção de textos originais, é um reconhecimento por tão ilustre personalidade de âmbito internacional e uma consideração pelo seu inestimável apreço por valores universais como a paz, igualdade, tolerância e dignidade humana.

O vencedor do 1º Prémio é:

“Procura-se”, de Catarina Almeida.

Revelador de uma criatividade narrativa associada quer à construção da intriga quer à segmentação dos vários momentos textuais, o conto “Procura-se”, de Catarina Almeida, busca ainda um diálogo original com o narratário. O narrador, omnisciente e irónico, atem-se não apenas ao relato da intriga, mas almeja também o estatuto de comentador tanto da realidade diegética como da realidade fora do texto, ousando comentar pensamentos do leitor ou ações que este possa ter desenvolvido. Este tratamento da voz do narrador é, talvez, o aspeto mais original da narrativa, que assenta numa construção que permite jogar com as expectativas do leitor e subjugá-lo inclusive a um tratamento irónico muito interessante. Produzido numa expressão linguística cuidada, com laivos de literariedade, e buscando uma perspetiva crítica na descrição da realidade, o conto “Procura-se” é um texto promissor que convida a autora a desenvolver as potencialidades da sua técnica de escrita.

 

Para além do vencedor, o Júri decidiu atribuir uma Menção Honrosa a:

“Um dia especial”, de José Filipe de Melo.

 

Como resultado desta 1ª edição, será editado um livro com os seguintes contos:

.“Procura-se”, de Catarina Almeida

. “Um dia especial”, de José Filipe de Melo

. “Errar não é humano”, de Humberto Fonte

. “Cinco dedos”, de Catarina Fonseca

Lapa do Lobo, 21 de setembro de 2018