18:00 ABERTURA OFICIAL
(CASAS DO LUPO)
Oferta de pão artesanal e vinho da casa
[ 45’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
A Abertura da 3ª edição da Lapa do Lobo Aldeia Cultural inicia com a interpretação do Hino “Aldeia Cultural” pela alunos da Classe Musical da Contracanto.
Seguem-se as intervenções de Carlos Torres, António Leal, António Costa, Joaquim Amaral e Paulo Catalino.
Este ano, antes do habitual passeio pelas ruas da Lapa do Lobo, assistimos a um breve concerto que junta, pela primeira vez e em especial para a Aldeia Cultural, a Banda Filarmónica de Cabanas de Viriato, e os Grupos de Canto Coral CANTAT, CANTO E ENCANTO e CHORAL POLIPHÓNICO DO ALVA
18:45 ARRUADA
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
[ 60’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
Com Grupo de Percussão e sopros do CMAD
A som de instrumentos de sopro e percussão, os habitantes, visitantes e participantes da Aldeia Cultural passeiam pela Lapa do Lobo, para visitar os locais e lugares onde irão acontecer performances, exposições, instalações, concertos, oficinas e todos os outros momentos artísticos da 3ª edição da Aldeia Cultural.
21:30 O PEDRO E O LOBO de Sergei Prokofiev
Com Camerata do Dão
(AUDITÓRIO MARIA JOSÉ CUNHA, FLL)
[ 75’ | M/6 | 80 Pax, Sujeito a Reserva]
"Pedro e o Lobo" é uma narrativa infantil contada por uma orquestra e um narrador em palco.
Criada em 1936 por Serge Prokofiev, esta obra didática apresenta aos mais jovens os instrumentos de uma orquestra, atribuindo a cada personagem um instrumento específico.
O lobo é representado pelas trompas, o avô pelo fagote, o pato pelo oboé, o gato pelo clarinete, o passarinho pela flauta transversal, o Pedro pelo quarteto de cordas, os caçadores pelas madeiras e os disparos pela percussão.
Este projeto integra criações artísticas originais de sonoplastia e Live-Art-Vídeo, que estabelece uma ligação em tempo real entre o ator que narra a história, os músicos, a projeção e o contexto artístico contemporâneo.
Neste espetáculo, marcarão presença muitos vencedores do Prémio Solista Fundação Lapa do Lobo.
23:00 CONCERTO
Com Gustavo Reinas
(ESCOLA DE ARTES DA LAPA DO LOBO - CONTRACANTO)
[ 90’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
Quem o ouve sabe que vai encontrar uma performance musical com influências que vão, para além dos grandes clássicos Portugueses, da música Pop, Pop Rock, Musica Popular Brasileira, R&B PT e Índie.
Ficam tantos por referir, mas da sua playlist habitual não podem faltar o Tiago Bettencout, Os Quatro e Meia, António Zambujo, Salvador Sobral, Rui Veloso e obviamente ...., Jorge Palma.

VOZ, GUITARRA e PIANO Gustavo Reinas
BAIXO Luís Alves
PERCUSSÃO Ricardo Monteiro
PIANO César Oliveira
GUITARRA Marcelo Cantarinhas
09:00 ARRUADA
Com Bombos da ARCPaço
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
[ 45’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
Os bombos a ARCPaço, tocados com vigor e energia enchem o ar da aldeia com ritmos contagiosos.
As casas de pedra ecoam o som profundo e rítmico, despertando lentamente os aldeões.
À medida que a arruada avança pelas ruas tortuosas, a aldeia ganha vida para o último dia da Aldeia Cultural.
9:30 PLOGGING CHALLENGE
Com Inauguração do Grupo de Plogging da Lapa do Lobo
(JARDIM FLL - CANAS DE SENHORIM – FORNO COMUNITÁRIO)
[ 120’ | M/6 | S/Lotação, Sujeito a Inscrição]
Plogging é uma atividade que combina corrida com recolha de lixo, originada na Suécia em 2016 e que vem se espalhando por diversos países do mundo.
O objetivo é simples: correr e recolher o lixo que se encontra pelo caminho, contribuindo para a limpeza das ruas e para a preservação do meio ambiente.
10:00 Uma MEMÓRIA NUMA PÁGINA
Oficina de Ilustração para Crianças
Com Margarida Madeira
(Galeria FLL)
[ 150’ | 6 a 12 anos | lotação 12 pax, sujeito a inscrição]
Nesta Oficina de Ilustração os participantes irão criar uma página de banda desenhada com base numa memória.
Pretende-se que cada um explore a sua própria ideia e construa uma narrativa desenvolvendo-a através de técnicas e ferramentas apresentadas.
11:00 CONTOS NA EIRA
Com Miguel Gouveia
(TERREIRO DO ANTUNES)
[ 60’ | Todos os Públicos | Lotação 20 Pax]
O ato de contar e ouvir histórias é uma experiência única e renovada constantemente pela cumplicidade entre contador e ouvinte.
Um momento de partilha, em que, juntos, tecemos essa trama feita de palavras e silêncios que faz dos contos poderosos instrumentos de pensamento que estimulam a fantasia, sensibilidade, memória e expressão.
Todos temos necessidade de contar e ouvir histórias, pois é com elas que tentamos dar forma à complexidade da vida, partilhando experiências, ouvindo o outro, criando empatia e esperança no indivíduo e na comunidade.
15:00 WORKSHOP DE INICIAÇÃO À PROVA DE VINHOS
Com Mafalda Perdigão
(CASAS DO LUPO)
[120’ | > 18 Anos | Lotação 15 Pax, Sujeito a Inscrição]
Descubra os segredos do mundo dos vinhos neste workshop de iniciação à prova de vinhos.
Ideal para entusiastas e curiosos, este evento é projetado para proporcionar uma compreensão básica dos princípios da degustação de vinhos, ensinando técnicas e conhecimentos essenciais para apreciar e avaliar diferentes vinhos.
15:00 OFICINA DE DANÇA: O VERÃO TRAZ BICHOS CARPINTEIROS
com Hugo Santos
(ESCOLA DE ARTES DA LAPA DO LOBO - CONTRACANTO)
[180’ | 6 aos 15 anos | Lotação 15 Pax, Sujeito a Inscrição]
Quem disse que o verão não sabe dançar?
Traz contigo um ou dois objetos que representem o verão, porque eles vão colorir algo mágico e super divertido que vai resultar desta oficina de dança.
Cheia de alegria e movimento, três horas com excertos de coreografia com base no hip-hop, dança moderna e pop entre outros estilos “irrequietos” para uma breve apresentação final muito divertida.
16:00 MATINÉ - CINEMA
“O Povo que Conta”, de Tiago Pereira
(AUDITÓRIO MARIA JOSÉ CUNHA, FLL)
[ 55’ | Todos os Públicos | Lotação 70 Pax, Sujeito a Reserva]
“O povo que conta” é um documentário, estreado 1ª edição da Lapa do Lobo: Aldeia Cultural, produzido pela Fundação Lapa do Lobo e pela Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, realizado por Tiago Pereira, que reúne as histórias das gentes da Lapa do Lobo, que comprovam que o povo conta e sabe contar histórias.
Uma demonstração do valor do património oral e da preservação da identidade local.
17:30 VISITA GUIADA AO MUSEU DO FALSO
Com Rui Macário
(EDIFÍCIO MULTIFUNCIONAL DA FLL)
[ 120’ | Todos os Públicos | 20 Pax, Sujeito a Inscrição]
O Museu do Falso é um Museu de Território, composto exclusivamente por um acervo proveniente de criadores e agentes contemporâneos, cada um trabalhando na sua área direta de especialidade e competência, subordinando as suas criações/contribuições à premissa e conceito de “Simulacro”: E se um determinado evento tivesse ocorrido de modo diverso ao que efetivamente se verificou?
18:00 CONCERTO
Com Grupo de Cavaquinhos de Passos de Silgueiros, com Grupo de Cordas FLL (guitarras)
(TERREIRO DAS ALMAS)
[ 45’ | Todos os Públicos | S/ Lotação]
Com um repertório de músicas da tradição popular portuguesa, o público é convidado a assistir e participar no reviver das vivências do passado, em canções que nos transportam para um universo da cultural e identidade locais.
21:30 CONCERTO
Com a Barca dos Castiços
(PÁTIO DA FUNDAÇÃO LAPA DO LOBO)
[ 75’ | Todos os Públicos | S/Lotação ]
A riqueza do património musico-poético do cancioneiro tradicional português tem vindo a inspirar várias gerações de músicos e compositores, atuantes em diferentes áreas, desde a música erudita, ao jazz, passando pelo pop- rock.
Perspectivando a manutenção e a preservação dessa matriz tradicional, surgem grupos que, utilizando as mesmas fontes de informação, ultrapassam a função de reposição, e que, sem essa limitação, concentram os seus esforços criativos e musicais na recriação, em que o património tradicional serve de base a um sem número de experiências, de misturas, mais ou menos puristas.
É nesta corrente que “A Barca dos Castiços” se insere.
22:30 CONCERTO
Com Lena D'Água
(ESCOLA DE ARTES DA LAPA DO LOBO - CONTRACANTO)
[ 90’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
A diva da pop portuguesa.
Lena d’Água, dona de uma voz e carisma absolutamente inconfundíveis, continua a conquistar o público por onde passa.
Depois do sucesso de “Desalmadamente” em 2019, que lhe valeu o Prémio Play de “Melhor Artista feminina” e o Prémio José Afonso, Lena d’Água está prestes a lançar o seu novo álbum de originais, brindando-nos ao longo dos próximos meses com vários singles para aguçar a curiosidade.
09:00 ARRUADA
Com Bombos da ARCPaço
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
[ 45’ | Todos os Públicos | S/Lotação]
Os bombos a ARCPaço, tocados com vigor e energia enchem o ar da aldeia com ritmos contagiosos.
As casas de pedra ecoam o som profundo e rítmico, despertando lentamente os aldeões.
À medida que a arruada avança pelas ruas tortuosas, a aldeia ganha vida para o último dia da Aldeia Cultural.
09:30 PASSEIO DE PASTELEIRAS
ADCL e Junta de Freguesia da Lapa do Lobo
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
[ 180’ | M/6 | S/Lotação, Sujeito a Inscrição]
É já um costume lapense, de quando em vez, ouvir-se o som das campainhas e buzinae espreitarse à janela, para ver passar em pelotão dezenas de pessoas a passear nas pasteleiras, muitas delas ornamentadas de forma singular.
No espírito da aldeia cultural, o passeio de pasteleiras contempla uma visita pelos mais significativos lugares da aldeia.
09:30 YOGA PARA FAMÍLIAS
Com Susana Duarte
(JARDIM FLL)
[ 60’ | Todos os Públicos | 50 Pax, Sujeito a Inscrição]
Inspira. Expira. Relaxa.
O Yoga oferece-nos muito mais do que um corpo forte e flexível.
Ajuda-nos a alinhar o corpo, a mente e o coração com a grande força do amor que habita em nós e com a nossa essência mais pura que é a plenitude e a felicidade.
Todos experimentam hábitos saudáveis que podem usar nos momentos em que mais precisam de respirar profundamente como quando estão com medo, ansiedade ou simplesmente para relaxar e acalmar.
10:00 TATABITATO
Oficina de Música para Bebés
Com Ana Bento e Bruno Pinto
(Auditório da FLL)
[ 45’ | < 4 anos | 15 bebés e 15 adultos, sujeito a inscrição]
Essencialmente uma oficina de música para bebés, é uma atividade destinada às famílias, onde os músicos Ana Bento e Bruno Pinto propõem aos mais novos a música como um encontro e instrumento de construção de felicidade para a vida.
09h30 PINTAR A ALDEIA 2ª EDIÇÃO
Org. Prof. Josefa Reis – Professora Pintura da FLL
(JARDIM FLL)
[ Todo o Dia | P/ Convite | S/ Lotação]
Atividade de Pintura ao ar livre, sob orientação da artista Josefa Reis, com a colaboração da Galeria de Arte contemporânea VictorCostaGallery de Coimbra, e participação de artistas da região.
Esta iniciativa, visa a construção de um painel de pintura, coletivo.
Cada artista é convidado a fazer uma interpretação deste elemento, em técnica mista ou pintura acrílica numa tela de 50x50 de lombada larga.
No final do dia, será montado um painel coletivo, a expor em local a designar pela Fundação Lapa do Lobo, que ficará com a guarda das obras estruturadas, cedidas para o efeito.
10h00 e 15h00 RETRATOS ESCRITOS
Com André Pereira
(TERREIRO DAS LAGES)
[ 120’ | Todos os Públicos | S/ Lotação ]
A vertente Retratos Escritos do projecto o que te quero dizer é realizada presencialmente, num jeito quase teatral.
Entre o André e o participante, uma máquina de escrever.
O André observa a pessoa, a pessoa sente-se observada, sorri, olha para o lado, o André continua a observar e, em 15 minutos, escreve o que vê.
Frente a frente.
Pode haver ou não conversa entre os dois.
Há, sim,uma ligação que é inspiração para o Retrato Escrito pelo André.
No final, o André lê o Retrato ao participante e este leva-o consigo.
15:00 WORKSHOP DE INICIAÇÃO À PROVA DE VINHOS
Com Mafalda Perdigão
(CASAS DO LUPO)
[120’ | M/18 | Lotação 15 Pax, Sujeita a Inscrição]
Descubra os segredos do mundo dos vinhos neste workshop de iniciação à prova de vinhos.
Ideal para entusiastas e curiosos, este evento é projetado para proporcionar uma compreensão básica dos princípios da degustação de vinhos, ensinando técnicas e conhecimentos essenciais para apreciar e avaliar diferentes vinhos.
16:00 CONCERTO
Com Woodplan e Grupo de Cordas FLL (violinos)
(RUA DO CRUZEIRO)
[ 120’ | Todos os Públicos | S/ Lotação ]
Um concerto acústico e inédito oferecido pela banda Woodplan, que convida a Classe de Violinos do Grupo de Cordas da Fundação Lapa do Lobo para interpretarem alguns temas.
Numa atmosfera descontraída, o repertório é especial para cativar não só os fãs habituais da banda, como novos públicos.
17:30 HÁ CONVERSA
Com Carlos Torres, António Leal e
(AUDITÓRIO MARIA JOSÉ CUNHA, FLL)
[ 60’ | M/16 | Lotação 80 Pax ]
Como habitual, o Auditório Maria José Cunha (FLL) é ponto de encontro e reflexão sobre a cultura em Portugal, em especial no interior.
Este ano, a complementar a apresentação do 3ª número da Revista Uivo, dedicada à celebração do 50º aniversário do 25 de abril de 1974, abrimos o diálogo às questões da memória, tema transversal à 3ª edição da Aldeia Cultural.
Moderação de João Paulo Sacadura
18:30 CONCERTO
Com Samuel Úria
(PÁTIO DA FUNDAÇÃO LAPA DO LOBO)
[ 60’ | Todos os Públicos | Lotação 300 Pax]
Nascido no decote da nação, entre o Caramulo e a Estrela, Úria leva para os palcos o blues do Delta do Dão.
De lenda rural para lenda urbana, tudo está certo: meio homem meio gospel, mãos de fado e pés de roque enrole.

Em Permanência

Exposições e Instalações

PROCEED TO THE ROUTE OF REMEMBERING
Exposição de fotografia de Vitor Garcia
(GALERIA DA FLL)
As linhas, sombras e manchas que vemos quando fechamos os olhos mais parecem vislumbres de pequenas percepções visuais cujas formas tentamos reproduzir numa folha de papel com a esperança de poderem, no desenho, significar alguma coisa.
Podemos entendê-las de outra maneira: como se os olhos fechados quisessem guardar a memória dos traços visíveis antes vistos.
Que olhos são estes? Que corpo é este? Que “guarda” linhas, sombras e manchas no escuro depois destas desaparecerem?
MEMÓRIAS
Exposição de fotografias de António Cândido Fonseca
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
Editadas pela primeira vez para ilustrarem o livro de memória coletiva “O Lobo da Lapa”, as fotografias de António Cândido Fonseca, conhecido pela alcunha de “Americano”, são imagens de tradição e saudade.
A Aldeia Cultural, celebrando a memória, proporciona aos habitantes e visitantes esta viagem ao passado.
TOALHA POÉTICA
Trabalho realizado por iniciativa conjunta da Biblioteca e do Curso de Bordados da Fundação Lapa do Lobo em 2012
(RUA DE SANTA CATARINA)
Em 2012, no âmbito do Dia Mundial da Poesia, numa iniciativa conjunta da Biblioteca e do Curso de Bordados da Fundação Lapa do Lobo, as alunas orientadas pela artesã Clarinda Fonseca, responsável pelo Curso de Bordados da FLL, foram desafiadas a ilustrar e bordar numa toalha de linho um conjunto de poemas, da autoria de poetas portugueses, relacionados com a temática da natureza e da relação do ser humano com a terra.
No dia 25 de março desse ano, um piquenique poético foi o mote para a apresentação da “Toalha Poética”.
Agora, seis anos depois, a obra de arte criada por esse grupo de bordadeiras pode voltar a ser apreciada por todos.
ESPANT’ARTE
Concurso de espantalhos - 2ª Edição
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
A convite da organização, as associações da região, grupos informais e os habitantes da Lapa do Lobo elaboraram um Espantalho, para espantar os males e proteger as culturas que germinam nesta Aldeia Cultural.
Uma exposição de figuras e bonecos construídos para afugentar quem nos quer fazer travessuras e maldades, mas também para acolher e proteger quem nos visita por bem.
JOGOS E COISAS
(RUA CANADA DO SOBREIRO)
As cadeiras espalhadas pela Rua Canada do Sobreiro convida as famílias a abrandar a caminhada e sentar-se à volta da mesa, para recuperar o hábito dos jogos de tabuleiro, de cartas e de construções, assim como outros desafios hoje em dia pouco usuais, como a ilustração livre, os puzzles ou a massa de modelar.
AS MEMÓRIAS DOS OUTROS
(JARDIM DE INFÂNCIA DA LAPA DO LOBO)
“As Memórias dos Outros” é um manifesto artístico sobre o património individual e coletivo da memória, baseado em 8 coleções de diapositivos compradas na internet.
É um projeto de novos média, multidisciplinar, que abraça as artes visuais, artes plásticas e a música, à procura dos proprietários dessas memórias das décadas de 50 a 80.
Artistas: Adriana Ribeiro e Gabriela Carina, Albosi, André Neto, Desy CXXIII, Inês Costa, Inês Mendes, Pushkhy, The Animals Lab.
ALCUNHAS DA LAPA DO LOBO
(PÁTIO INTERIOR DA FUNDAÇÃO LAPA DO LOBO)
Exposição das ilustrações da autoria de Margarida Madeira sobre algumas alcunhas dos residentes na Lapa do Lobo, elaboradas no âmbito do Projeto “Alcunhas da minha terra”, de 2023.
“Alcunhas da minha terra” foi um projeto da Fundação Lapa do Lobo que se caraterizou pela recolha exaustiva das principais alcunhas de pessoas, vivas e falecidas, da aldeia da Lapa do Lobo.
Cumpriu o objetivo de compilar o máximo de alcunhas possível conhecidas na aldeia, registá-las e arquivá-las, de forma a preservar um património promotor de identidade coletiva.
STREET POETRY
de Rosário Pinheiro
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
Intervenção artística nas ruas da Lapa do Lobo, com frases de poetas e escritores naturais do distrito.
Os locais e frases são definidos em conjunto com a população da aldeia, com curadoria artística e literária de Rosário Pinheiro, entre os autores sugeridos estão Aquilino Ribeiro, Judith Teixeira, Luís Miguel Nava, Tomás Ribeiro,
Tomás da Fonseca, Branquinho da Fonseca, Maria Cecília Correia, Ana de Castro Osório João de Barros, António Alves Martins e António Franco Alexandre.
As técnicas utilizadas são o stencil, a colagem e a pintura.
Uma forma inspiradora de passear pela aldeia e de manter vivos os hábitos de leitura, aproximando a poesia à realidade rural.

Demonstrações

O PÃO DA ALDEIA
Duas vezes por dia, o perfume do pão acabado de fazer inunda as ruas da Lapa do Lobo
(FORNO COMUNITÁRIO, TERREIRO DO ANTUNES)
Duas vezes por dia, o perfume do pão acabado de fazer inunda as ruas da Lapa do Lobo.
A Fundação Lapa do Lobo convida as padeiras da aldeia a mostrar a arte de bem fazer pão e bolas de enchidos, carne, bacalhau ou sardinha.
A prova, não dos nove, mas desses valiosos petiscos é da responsabilidade do transeunte a quem teremos o gosto de oferecer tal iguaria tradicional.
BILROS, RENDAS E BORDADOS
Com Lia Alvadia e Marta Dias
(TERREIRO DO ANTUNES E RUA DE SANTA CATARINA)
Abre-se o terreiro aos cavaletes e almofadas-rolo e promove-se uma experiência única ao som do tilintar dos bilros.
Nesta demonstração, através da aprendizagem dos pontos básicos, será possível cada participante verificar como se elaboram os esquemas, do qual resultam as peças em renda de bilros.
Também podem espreitar os vários pontos de bordado que dão textura e relevo ao ao linho.
Um pretexto para se experimentar com a linha e a cor, de uma forma livre as técnicas do bordado.

Feiras

FEIRA DE ANTIGUIDADES
(RUA DE SANTA CATARINA E LARGO DOS PINAS)
Só sábado
Um regresso ao passado, quando ir à Feira representava muito mais do que ir às compras.
Uma viagem dedicada a colecionadores e apaixonados por antiguidades, mas também aos transeuntes que se deixam surpreender por objetos que nos transportam para outros tempos e outras gerações.
FEIRA DO LIVRO
Com a editora Bruáa
(BIBLIOTECA DA FLL)
A Bruaá é uma editora e estúdio de design sediada na Figueira da Foz e dirigida por Miguel Gouveia e Cláudia Lopes, que decidiram juntar dois ofícios que compartilham a arte de contar histórias.
O seu catálogo, iniciado em 2008, conta com propostas editoriais resultantes de uma selecção altamente criteriosa e com vários autores de referência, como por exemplo: Shel Silverstein, Davide Cali, Walter Benjamin, Bruno Munari, Serge Bloch, Daniil Harms, Violeta Lópiz, Catarina Sobral, Ed Emberley, Ivan Chermayeff, Milton Glaser e muitos mais.
LIVRA-TE: FEIRA DO LIVRO USADO
Biblioteca José Adelino, da AAHBV de Canas de Senhorim
(LOJA DAS CASAS DO LUPO)
Convidamos a Biblioteca José Adelino, da AAHBV de Canas de Senhorim, parceiro de longa data da Fundação Lapa do Lobo, a disponibilizar livros do seu extenso acervo documental, doado por José Adelino, para a Feira do Livro usado.
Uma oportunidade para todos, habituais leitores ou não leitores, adquirirem livros do seu interesse a preços bastante convidativos.

Performances

VIAGEM AO CENTRO DO SOM
com Bitocas Fernandes
(JARDIM FUNDAÇÃO LAPA DO LOBO)
Depois da criação de uma instalação sonora com material local, durante a semana que antecede o festival, Bitocas Fernandes dinamizará a instalação sonora em alguns momentos durante o festival.
O resto do tempo, a instalação ficará em regime livre, para que todas pessoas, de qualquer idade, possam usufruir da sua viagem ao centro do som.
FOTÓGRAFO À LA MINUTE
Fotógrafo: João Paulo Barrinha
(RUA DE SANTA CATARINA)
Uma animação didática, relacionada com história da fotografia na sua prática.
A atividade consiste em sessões de retrato livre, realizando-se as fotografias com uma câmara fotográfica artesanal. As imagens são reveladas no interior da mesma câmara e as cópias positivas são entregues, depois do breve processo de revelação, aos interessados.
Ao mesmo tempo, numa outra vertente da atividade, são feitas demonstrações do funcionamento da câmara a quem o solicitar, assim como são dadas breves explicações acerca de todo o processo de trabalho e também alguns apontamentos históricos destes processos.
JOGOS DO HÉLDER - JOGOS TRADICIONAIS
Jogos inspirados nos Jogos Tradicionais
(JARDIM FLL)
Os Jogos do Hélder são jogos inspirados nos Jogos Tradicionais e nos nossos antepassados.
Despertam os sentidos, animam o físico e estimulam o cognitivo criando, simultaneamente, um ambiente de convívio permanente.
Aumentam a auto-estima de qualquer um, quer tenha 4 ou 100 anos.
Não há limites.
Um convívio intergeracional que só os Jogos Tradicionais conseguem proporcionar, com momentos de lazer e recreação onde todos saem vencedores.
HISTÓRIAS DE PORTA À PORTA
com Miguel Gouveia
(CASAS DA LAPA DO LOBO)
A visita do carteiro é sempre bem vinda pelos moradores da aldeia.
É o trazer de boas novas.
Todos confirmam a ótima sensação que é abrir uma carta ou ler um postal que nos chega à caixa de correio.
E se a narrativa não for escrita, mas falada?
Na Aldeia Cultural, um contador de histórias percorre as casas Lapa do Lobo, partilhando contos orais com os moradores.
Cada visita traz uma nova narrativa, promovendo a tradição da narração oral.
O GUARDA SERÔDIO
com Zé Pedro - Quinta Oficina
(RUAS DA LAPA DO LOBO)
O Guarda Serôdio é uma personagem inspirada na série da rtp2 dos anos 80.
Trazida à atualidade pela Quinta Oficina, as performances desta figura tem como objetivo ser o cicerone do evento, acompanhando as pessoas aos diferentes espaços, dando algumas informações práticas/úteis e animando em simultâneo.
A BICICLÉTICA
com Encerrado para obras
Só Domingo
Uma bicicleta eclética e ecológica.
Esta surpreendente máquina tem cinco rodas e quatro cremalheiras que acionam engenhos distintos: uma liquidificadora, uma máquina de lavar, uma máquina de secar e uma ventoinha.
O espetáculo é interpretado por um talentoso trio de músicos jazz (vozes, guitarra, percussão e trompete) que apresentam canções originais relacionadas com o tema da Energia.
O projeto promove a racionalização dos recursos energéticos e ao mesmo tempo a utilização da bicicleta.

Petiscos da Aldeia

Com vista para a Serra da Estrela, no tranquilo ambiente do Jardim Fundação Lapa do Lobo, aproveite o vagar e o tempo de repouso para apreciar a  gastronomia local.

A ementa é variada e servida por entidades, associações a particulares que não quiseram faltar à festa da Aldeia Cultural, oferecendo aos comensais pratos típicos beirões, desde enchidos, migas, sopas e bifanas, bolos caseiros, sempre regados com um bom vinho do Dão, sangria, água, refrescos ginja ou uma cerveja fresca.

Bom apetite!

(Jardim Fundação Lapa do Lobo)