Biblioteca > Atividades


A Biblioteca da Fundação Lapa do Lobo, assumindo-se como Centro de Recursos de Informação, é uma instituição que trabalha em duas vertentes: para os leitores e para os não-leitores. Isso deve acontecer não só no desenvolvimento das atividades de gestão documental, mas essencialmente nas atividades de dinamização cultural. É nessa perspetiva que nos desafiamos a nós próprios, com a colaboração dos parceiros habituais, a cumprir esse propósito. Por um lado, ir ao encontro dos que leem, correspondendo às suas expetativas e exigências. Por outro lado, alcançar quem não lê e revela pouco interesse nas atividades de incentivo à leitura e aos livros.


Biblioteca para leitores

As atividades de gestão para os leitores obrigam a uma atualização do acervo documental, sendo essencial auscultar os que nos procuram e nos visitam para empréstimo domiciliário de livros. As atividades de dinamização para os que habitualmente não criam resistência a ações relacionadas com o livro e a leitura devem ser inspiradas em experiências positivas do passado, oferecendo, mesmo que nos mesmos moldes, atividades inovadoras e experiências singulares.


Biblioteca para não-leitores

O trabalho de gestão a desenvolver junto dos não-leitores prende-se, essencialmente, com a captação de novos públicos, recorrendo a entidades parceiras, através da criação de “leitores-instituição” e com contatos com editoras, para fazer chegar o livro de forma graciosa e livre aos menos apreciadores da palavra escrita. A programação para não-leitores visa, de forma subtil e criativa, aproximar as o livro do público em geral, sem que haja, forçosamente, uma repentina mudança do quotidiano. Pelo contrário, o desafio será envolver o livro no habitual quotidiano desses públicos.


Atividades 2019

Para o cumprimento dos seus objetivos a Biblioteca programou para 2019 um conjunto de iniciativas, das quais se podem destacar:

  • Edição Bimestral do Boletim Informativo “O Lobo”;
  • Gravação áudio e divulgação via email e facebook dos “Dizedores”;
  • Organização das Tertúlias Literárias “Um capítulo sobre...”;
  • Distribuição dos “Lidos e Achados: leituras partilhadas”;
  • Cooperação no “Elos: Festival Literário de Nelas”;
  • Criação e coprodução do “Dr. Leitor: medicação literária”;
  • Coprodução dos “Leitores do Fraque: cobradores de leitura”;
  • Promoção de vários espetáculos relacionados com o livro e a leitura.
Para conhecer e acompanhar o desenvolvimento das diferentes atividades consulte a AGENDA.